Perguntas frequentes

Aqui poderá encontrar as respostas às perguntas mais frequentes acerca da nossa oferta formativa e nosso funcionamento.

O meu filho(a) quer aprender música, qual a melhor opção para ele?

Vai depender da idade e dos objetivos:

Se o seu filho(a) vai para ou estará no 1º ciclo (primária) no próximo ano letivo, a melhor opção é a Iniciação Musical.

Se vai para o 5º ano, pode ingressar no Ensino Articulado.

Se está nos restantes anos de escolaridade ou já terminou o ensino regular, mas pretende fazer o curso básico de música, ou então, mesmo que vá para o 5º ano, não quer integrar o Ensino Articulado, pode frequentar em regime Supletivo.

Se só quer aprender um instrumento, à sua velocidade, sem seguir nenhum programa oficial e sem avaliação, a melhor opção é o Curso Livre.

2

Qual a diferença entre o ensino Articulado e o Supletivo?

O Ensino Articulado, como o nome indica está articulado com a escola regular (ver escolas protocoladas), sendo que as aulas tidas no Conservatório são parte integrante do currículo do aluno. Os horários e a avaliação são articulados entre as escolas, sendo que os alunos têm menos carga horária na escola regular para acomodar a carga horária do Conservatório (por exemplo, não frequentam a aula de Educação Musical). 

No Supletivo, apesar de o Curso ser em tudo semelhante ao que os alunos do Articulado frequentam, a sua frequência não está articulada com a escola regular, nem a sua carga horária é reduzida.

3

Se o aluno do Ensino Articulado tiver negativas nas disciplinas do Conservatório pode não passar de ano?

​Não. Apesar de a avaliação no Conservatório contar para o currículo do aluno, esta não conta para efeitos de reprovação. No entanto, a avaliação negativa pode implicar a não continuação do acesso ao Ensino Articulado.

4

E pode faltar?

Tal como na Escola Regular, todas as faltas do aluno às disciplinas no Conservatório têm que ser devidamente justificadas pelo Encarregado de Educação. Caso o aluno tenha mais do dobro de faltas injustificadas do que número de aulas semanais de determinada disciplina no ano letivo, reprova a essa disciplina.

5

O Articulado é sempre gratuito? E o supletivo?

O Articulado é gratuito, mas limitado às vagas financiadas pelo Contrato de Patrocínio com o Ministério da Educação. Neste momento, o Conservatório tem também um protocolo de colaboração com a Câmara Municipal de Felgueiras que financia mais 22 vagas para alunos do 1º grau/5º ano. No entanto, caso as vagas fiquem todas preenchidas, o aluno pode na mesma frequentar o regime Articulado, mas pagando uma mensalidade.

O Supletivo não tem qualquer financiamento, pelo que a sua frequência é autofinanciada.

6

Como são distribuídas as vagas?

Todos os alunos que pretendem frequentar o Curso Básico de Música têm que fazer uma prova de aptidão e, consoante a avaliação nessa prova, será feita uma seriação, preenchendo-se as vagas pela ordem dessa seriação. Só depois essa prova e sendo atribuída vaga ao aluno, é que o mesmo se pode matricular no Ensino Articulado.

A prova de aptidão é obrigatória por lei e de acordo com os critérios estipulados pela ANQEP.

7

Os alunos que vão para Iniciação Musical também têm que fazer prova?

Não, no entanto haverá um dia de Escola Aberta, em que todos os alunos interessados poderão experimentar os vários instrumentos lecionados no Conservatório e depois escolher o preferido.

Na Iniciação, principalmente nos alunos mais novos, não é obrigatório frequentarem logo a disciplina de Instrumento, mas iniciando-se na mesma na música, na vertente de Pré-iniciação Musical.

8

O aluno já precisa saber tocar um instrumento para fazer a prova de aptidão?

Não. Nesta prova é avaliada a aptidão do aluno para o ensino da música e para os vários instrumentos e não os seus conhecimentos. Naturalmente, um aluno que já tenha alguns conhecimentos de um instrumento, poderá mostrar mais aptidão nesse instrumento, mas não significa que apresente a mesma aptidão noutros pontos que também são avaliados na prova.

9

O Conservatório fornece os instrumentos e materiais?

Não, a aluno deverá adquirir o seu próprio instrumento. No entanto o Conservatório tem alguns instrumentos que podem ser emprestados gratuitamente aos alunos, por tempo limitado, no início da sua aprendizagem.

Os restantes materiais, nomeadamente o manual e caderno de Formação Musical são também ao encargo dos alunos.

As fotocópias que vão sendo distribuídas ao longo do ano, nas várias disciplinas, já estão incluídas no valor de inscrição.

10

Como são os horários das aulas no Conservatório?

No caso dos alunos do Ensino Articulado, os horários das disciplinas de turma (Formação Musical e Classe de Conjunto) são articulados com a escola regular no início do ano letivo. Por norma essas aulas têm ficado numa só tarde e são lecionadas no edifício do Conservatório. A aula de Instrumento, sendo uma aula individual é marcada diretamente entre o professor de instrumento e o Encarregado de Educação no início do ano letivo.

Na Iniciação Musical, por norma, as aulas de turma são ao sábado de manhã. A aula de instrumento, também é marcada diretamente entre o professor e o Encarregado de Educação.

11

O Conservatório fornece o transporte?

Não. O transporte para o Conservatório é da responsabilidade do Aluno/Encarregado de Educação.

12

Quais são os preços?

Os preços vão depender da modalidade pretendida:

Pré-iniciação - 45€

Iniciação - 57€

Supletivo/Articulado auto-financiado - 125€

Curso livre (1 aluno) - 79€

Pacotes de aulas - desde 90€

Estes valores poderão estar sujeitos a alterações e não dispensam a consulta dos Serviços Administrativos.